22.11.2020: “SE SE TRATA DE UM PARÂMETRO BIOLÓGICO QUE ESTÁ BAIXO, VOCÊ TEM OBRIGAÇÃO DE CORRIGIR, E NÃO FAZER ESTUDO PROSPECTIVO CONTROLADO POR PLACEBO.”

“Muitas pessoas ligadas à indústria que vende medicamentos vão chegar e dizer para você:
‘Não, você precisa de um estudo duplo-cego randomizado, controlado por placebo’.

“Não pode ser feito!

“Você tem a obrigação de corrigir os níveis de vitamina D!

“Assim como não existem estudos duplo-cego randomizados, controlados por placebo para saber se insulina é bom para diabético, para saber se pessoas que têm hipotireoidismo têm ou não que tomar o hormônio da tireoide. Se se trata de um parâmetro biológico que está baixo, você tem obrigação de corrigir, e não fazer estudo prospectivo controlado por placebo, porque, imagina se você pega, nunca foi feito um estudo duplo-cego randomizado para saber se é bom dar insulina para crianças com diabete infanto-juvenil; elas não produzem insulina, então você sabe a causa do problema.

“Quando você sabe a causa do problema que é, no caso do diabete do tipo 1 é a falta de insulina, você é obrigado a dar insulina. Você não tem que fazer um estudo controlado por placebo em que um grupo de crianças com diabete do tipo 1 vai tomar insulina, e um grupo de crianças com diabete do tipo 1 vai tomar um placebo, porque todo mundo vai morrer no grupo placebo, e é a mesma coisa que vai acontecer aqui: as pessoas que entrarem no grupo placebo de um estudo como esse, elas vão ter 100% de mortalidade.

“Nós não estamos testando uma droga, então não vale essa questão ‘vamos fazer um estudo duplo-cego randomizado’ para ver quantos vão morrer no grupo que não recebeu a atenção obrigatória do médico de ter a sua vitamina D corrigida, mas com níveis com doses normais, com doses adequadas, fisiológicas, que são produzidas por exposição solar.”

Dra. Gisela Savioli: “Medicina baseada nas evidências…”

Dr. Cicero Coimbra: “Pois é, esse é o título, e foi através dessa sedução que a indústria farmacêutica conseguiu controlar o conhecimento médico, porque ela propõe que só se administre para as pessoas substâncias que foram estudadas através de estudos duplo-cego randomizados multicêntricos que só a indústria tem dinheiro suficiente, só a indústria farmacêutica tem dinheiro suficiente para realizar. “

Dr. Cicero Galli Coimbra, neurologista, Ph.D.
Diretor do Laboratório de Neuropatologia e Neuroproteção da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo); Doutorado em Medicina e Professor Livre Docente Associado na mesma instituição.

https://protocolocoimbradrcicerogalli.com/

https://instagram.com/vitaminad.protocolocoimbra?igshid=xz6l3rmyi0yp

Um comentário em “22.11.2020: “SE SE TRATA DE UM PARÂMETRO BIOLÓGICO QUE ESTÁ BAIXO, VOCÊ TEM OBRIGAÇÃO DE CORRIGIR, E NÃO FAZER ESTUDO PROSPECTIVO CONTROLADO POR PLACEBO.”

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: